RSS
Bem-vindo ao meu blog. Aqui discutiremos sobre o Audiovisual na Educação. Participe comentando!! :)

.

ETAPAS DA PRODUÇÃO DE UM VÍDEO

Fases de um Vídeo

Para criar e gravar um vídeo obedecemos a algumas fases:
  • Pré-Produção
  • Produção
  • Pós-Produção
5 Pré- Produção
A Pré-Produção é a fase inicial da criação do vídeo (fase intelectual, de criação), onde além de escrever a ideia inicial e todos os detalhes do vídeo (roteiro) deve-se preparar todo o material para que possa colocá-lo em prática. Alguns termos presentes nesta fase:
Argumento
"É a idéia trabalhada sobre a qual se desenvolverá uma sequência de atos e acontecimentos, que constituirão, futuramente, o roteiro".
Sinopse
Descrição dos personagens e do resumo da história.
Roteiro
É o texto do vídeo com falas e cenas, para ser filmado. É o vídeo escrito. A história deverá prender a atenção do espectador que deve ter apresentação, problema e desfecho.
Entre os objetivos da Pré- Produção estão:
  • Criar o argumento e elaborar o roteiro do vídeo;
  • Providenciar o que determina o roteiro do vídeo;
  • Conhecer o espaço para gravar as imagens do vídeo;
  • Definir as funções da equipe (diretor, cinegrafista,...) ;
  • Listar as atividades de cada componente da equipe;
  • Listar o que será usado na produção;
  • Montar cenários e/ou conhecer locações;
  • Fazer o orçamento do vídeo (todos os custos devem entrar no orçamento).
5 Pré- Produção
5.1 Formação da Equipe
Vamos construir nosso vídeo em grupo, e para facilitar o trabalho podemos dividir e definir algumas funções:
  • Roteirista – quem escreve o roteiro (no nosso caso, todos serão roteiristas)
  • Diretor (a) – o coordenador do processo. Decide os movimentos da câmera, os enquadramentos, as interpretações e a edição final.
  • Produtor (a) – responsável pela administração e viabilidade do vídeo. É quem contrata a equipe, elenco, profissionais e equipamentos. Trabalha em sintonia com o diretor.
  • Cinegrafista/Fotográfo – É a pessoa que vai captar as imagens do vídeo.
  • Claquetista - É o responsável pela ordenação das cenas e pela claquete.
  • Editor – É o responsável pela edição final. Trabalha junto com o diretor. 
  • Obs: Você pode assumir vários papéis na criação do vídeo! 
5 Pré- Produção
5.2 Equipamentos 
Para começar colocar em prática as ideias propostas no roteiro é fundamental conhecer o
equipamento que será usado nas gravações.
Quais o potencial da máquina / filmadora?
O que é possível fazer com a máquina?
Tem zoom? Tem foco? 
5 Pré- Produção
5.3 Movimentos de Câmera 
Para que o vídeo tenha mais vivacidade e envolva o espectador é preciso que tenha
movimento. Esse movimento é obtido através da câmera. Existem vários tipos de
movimento de câmera e cada um deles resulta num efeito diferente: 
Panorâmico (Pan) - A câmera se descola na horizontal (esquerda ou direita) sem mudar o
eixo. Mostra o ambiente em que se passa a ação; 
Tilt -  A câmera se descola na vertical (cima ou baixo) sem mudar o eixo; 
Travelling - É o deslocamento da câmera em qualquer direção. 
Steady Cam - Movimento obtido a partir de uma câmera presa no corpo do cinegrafista; 
Dolly - Permite o deslocamento horizontal sem trepidações na imagem. Para captação
dessas imagens pode-se usar uma cadeira de escritório com rodas ou um skate ou um
trilho; 
Grua - As imagens são captadas de uma câmera presa em um suporte (as imagens são do
alto); 
Câmera na Mão - Imagens captadas com o movimento das mãos, imprime realismo e
dramacidade à cena; 
Chicote - Efeito obtido a partir do movimento brusco da câmera.






5 Pré- Produção
5.4 Movimentos de Lentes 
O movimento de lentes permite a aproximação, recuo, definição ou indefinição do objeto da filmagem sem que seja necessário o deslocamento do cinegrafista. São eles: 
Zoom in - Aproxima a imagem com mais detalhes. Parte do geral para o específico; 
Zoom out - Afasta a imagem partindo do específico para o geral; 
Foco - Destaca um detalhe da imagem deixando as partes periféricas desfocadas; 
Desfoco - Deixa a imagem sem definição. 
Veja os exemplos citados no vídeo abaixo:


5 Pré- Produção
5.5 Planos e Regras de Enquadramento
A linguagem audiovisual é baseada no uso da câmera, na iluminação e no áudio. Para captação de imagens usamos os movimentos de câmera, movimentos de lente, planos e e regras de enquadramentos. 
Plano é o segmento de imagem contínua compreendida entre dois cortes, isto é, a imagem registrada durante o intervalo quando a câmera está ligada, gravando uma cena. Em termos de planos para TV ou vídeo, o plano é classificado de acordo com o tamanho da figura humana ou de um objeto dentro de um quadro. Quanto aos planos cinematográficos eles começam a ser classificados de acordo com imagens de cenas externas.Temos os seguintes planos:
Grande Plano Geral (GPG) - Descreve o cenário. É um plano com ângulo de visão muito aberto, sendo impossível perceber a ação ou identificar os personagens, apresentando grande quantidade de pormenores e necessitando de maior tempo para projeção (8 a 12 seg);
Plano Geral (PG) - Apresenta um ângulo de visão menor que o GPG. Nele se percebe a figura humana, mas é difícil reconhecer as personagens e a ação. Caracteriza-se como um plano descritivo, servindo para mostrar a posição dos personagens em cena (5 a 9 seg). Na TV, o plano geral (PG) mostra o personagem de corpo inteiro. Ao enquadrar o ator, é deixado um pouco de espaço acima da cabeça e abaixo dos pés (diferença de 10% entre a imagem da fita e o visor);
Plano Conjunto (PC) - Apresenta personagem ou grupo de pessoas no cenário e permite reconhecer atores e movimentação em cena. A ação não é visualizada nos mínimos detalhes, tendo um caráter descritivo e narrativo, com tendência maior para a descrição (4 a 8 seg.). Na TV, o plano conjunto (PC) é aquele que corta o personagem na altura dos joelhos ou pouco acima.
Plano Médio (PM) - Tem como objetivo enquadrar o ator em toda sua altura. Sua função é narrativa, pois a ação tem maior impacto na totalidade da imagem (3 a 7 seg) Mostra o ator da cintura para cima. Os olhos do personagem ficam a 2/3 da altura do quadro;
Plano Americano (PA) - Enquadra os personagens acima do joelho ou abaixo da cintura e privilegia a ação em relação ao cenário (3 a 7 seg);
Primeiro Plano (PP) -  Enquadramento que corta o personagem na altura do busto. É um plano de caráter psicológico, pois se percebe o estado emocional dos atores e a direção dos olhares, havendo pequena quantidade de detalhes no quadro (2 a 6 seg). Na TV, o primeiro plano (PP) é utilizado em diálogos ou entrevistas;
Primeiríssimo Plano (PPP) - É aquele em que o rosto ou parte do rosto ocupa toda a tela. A ação não é percebida, dando-se atenção ao lado emocional transmitido pela expressão facial do ator. É um plano de função indicativa (1 a 3 seg.). Na TV, o primeiríssimo plano (PPP) também mostra a cabeça do ator, apresentando certo impacto visual.
Plano Detalhe (PD) - É aquele que destaca pormenores do rosto ou do corpo do ator, sendo uma imagem de forte impacto visual e emocional. É um plano de função indicativa. Devido às dimensões exageradas da imagem, necessita de tempo reduzido para a identificação dos objetos em cena (1 ou 2 seg). Na TV, o plano detalhe (PD) também mostra parte do rosto. É um plano de forte impacto visual.
5 Pré- Produção
5.6 Iluminação e Sonorização
Iluminação
A luz e o som da imagem são fundamentais no efeito que se quer alcançar na cena: medo, alegria, satisfação,...
Na captação das imagens dê preferência à luz natural, pois não teremos recursos para investir em focos extras de luz. No sol, por exemplo, a câmera deve ficar entre a fonte luminosa e a cena de maneira que a máquina aponte para o objeto principal. Desse modo há uma distribuição homogênea de luz, iluminando todos os pontos do quadro. Quando iniciarem as gravações, fiquem atentos ao ambiente verificando a presença de reflexos (de água, areia, ...), luzes laterais, ambientes muito claros.

Sonorização

O som imprime ritmo à narrativa. Deve-se adequar a música à emoção desejada na cena. Na gravação das cenas do vídeo, a captação do áudio é aspecto importante  principalmente no que se refere a diálogos dos personagens. Verifique se no ambiente existe a presença de vento, ruídos, conversas paralelas,..., pois isso poderá prejudicar o resultado final da cena.
Caso tenha necessidade de usar áudio no seu vídeo, use músicas livres. Hoje em dia, existem diversos sites que permitem donwload de músicas livres. Exemplo: http://www.jamendo.com  
Você poderá áudios produzidos no Audacity para formar a trilha sonora do seu vídeo. Boa ideia, não acha?

6 Produção
A Produção é a fase onde acontecem as gravações e captações de imagens. É a fase que devemos colocar em prática o que está escrito no Roteiro.
  • Algumas dicas para Produção de um vídeo:
  • Adequação entre criatividade e investimento;
  • Coleta de cenas do vídeo (no mínimo 2 takes de cada cena);
  • Uma pessoa da equipe anota quais cenas / takes ficaram melhores;
  • Nas gravações, evitar ruídos (vento, conversas paralelas,...);
  • A gravação das cenas não precisa seguir a seqüência cronológica do roteiro.
7 Pós-Produção
Na Pós-Produção ocorre a montagem das imagens, inserção da trilha sonora e dos efeitos do vídeo. Essa fase é essencial para escolher as cenas melhores e adequar os sons de modo a prender a atenção do espectador.
Existem diversos software que permitem a edição do vídeo, entre eles:
  • Movie Maker
  • Kdenlive
  • Adobe Premiere
  • Adobe After Effects
  • Cantasia Studio

11 comentários:

Unknown disse...

Bom Trabalho

Unknown disse...

bem, gostei do blog... muito mesmo vai me ajudar pacas

Maria disse...

Obrigada por suas informações.
Está ajudando bastante

Unknown disse...

Ótima publicação!

Paulo disse...

Bom trabalho...

Unknown disse...

Obrigado e exatamente o que eu precisava, agradeço o blog...

Unknown disse...

Grata

Cee disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

ótimo conteúdo

Unknown disse...

top

Unknown disse...

MUITO OBRIGADO!!! PARABÉNS, ME AJUDOU DEMAIS

Postar um comentário

.